Dicas para manter a contabilidade da sua empresa em dia

Share:

Especialista explica a importância de uma boa gestão financeira


O Brasil possui um dos regimes tributários mais complexos de todo o mundo. Segundo o Instituto Brasileiro de Pesquisa Tributária, 3 em cada 4 empresas brasileiras pagam mais impostos do que de fato precisam. Nesse contexto, 95% dos empresários brasileiros pagam impostos indevidamente, mostra o IBGE.  Hoje, uma das principais dores do empreendedor está relacionada à má gestão de recursos, o que está diretamente ligado a uma negligência dos dados apresentados pela contabilidade e falta de clareza fiscal.

Muito além do fluxo de caixa, o empreendedor precisa ter uma visão ampliada para toda a gestão financeira da empresa, é o que afirma Érico Azevedo, proprietário da Fica Tranquilo, empresa de contabilidade online especializada em microempresas.

Não estar com as contas da empresa em dia tem diversas consequências. A primeira delas, segundo Azevedo, é não conseguir alavancar o empreendimento. Além disso, o registro contábil garante a integridade das informações apresentadas pela empresa a diferentes organizações. “Sem estar com a contabilidade em dia, a empresa não é capaz de se preparar para questionamentos que possam vir do mercado, ou por parte de órgãos governamentais”, explica. “As finanças são como o coração de uma organização. Determinam se ela vai bem ou mal”, diz.

Se você não tem um registro contábil, você tem um ponto cego em sua empresa, deixando-a mais suscetível a riscos, além de perder oportunidades de mercado pelo total desconhecimento do seu potencial financeiro. Enquanto o controle financeiro correto auxilia – e até mesmo alavanca – negócios de microempreendedores e empresas de todos os portes, desde as em estágio inicial até as já estabelecidas no mercado.

Nesta matéria, separamos algumas dicas para te ajudar a manter as contas da sua empresa em dia e um passo a passo para atingir esse objetivo.

Pague as contas em dia

Respeitar as datas limite para o pagamento das contas é essencial. Procure também antecipar os pagamentos de produtos, na medida do possível. É importante destacar que manter os pagamentos de forma pontual facilita o acesso a crédito junto aos credores, instituições bancárias e fornecedores.

Defina os limites da sua atuação

Defina se você quer ser o único responsável pela gestão financeira de seu negócio. Caso opte por um serviço de contabilidade terceirizado, Azevedo destaca a importância de se fazer um bom processo seletivo na escolha da empresa responsável, ou do seu contador autônomo. “Use mais do que um critério para seleção”, aconselha. A especialização é um desses critérios. “Hoje, temos contadores especialistas em fintechs, tecnologia e outros”.

Faça uma gestão financeira completa

Busque sempre usar os levantamentos contábeis como ferramentas na gestão total de sua empresa. “Olhar além do faturamento e fluxo de caixa, mas sim para projeções e outras informações ricas que a contabilidade pode trazer”. Esses dados podem conduzir o empresário a decisões mais acertadas no futuro.

Automatize processos

Automatizar o mapeamento e também compilar dados está cada vez mais simples, graças à tecnologia. Algumas ferramentas e softwares que ajudam as micro e pequenas empresas a manterem as contas em dia. Entre elas estão a ContaAzul, Omie, Nibo, QuickBooks, Superlógica, entre outras. Azevedo destaca que existem fintechs que oferecem apenas os softwares de gestão, mas não os serviços de contabilidade. “Ao buscar mais conveniência, o empresário muitas vezes acaba optando por alguma empresa que ofereça as duas coisas”.