Startup cria embalagem de mandioca 100% renovável

Share:

Conheça a Já Fui Mandioca e saiba como a empresa uniu tecnologia e sustentabilidade.


Uma nova maneira de produzir embalagens de forma ecológica: foi o que a startup Já Fui Mandioca decidiu criar.  De acordo com o CEO da empresa, Stelvio Mazza, a ideia foi inspirada na natureza para criar a embalagem mais perfeita que existe. “A embalagem é feita com a casca da mandioca e, quando descartada, se torna insumo para uma nova planta”, explica o CEO.

O que é a Já Fui Mandioca?

A startup é uma empresa de tecnologia que decidiu desenvolver diversos tipos de embalagens com o mesmo objetivo: o consumo imediato e ainda oferecendo benefícios para a natureza. “Não faz sentido usar uma embalagem que demora 400 anos para se decompor para tomar um sorvete que derrete em 30 minutos”, alerta Stelvio.

O diferencial da empresa é que todas as embalagens desenvolvidas são para causar um impacto positivo no meio ambiente e não para diminuir os danos na natureza. “A composição da embalagem usa apenas produtos compostáveis e biodegradáveis em até 90 dias”, explica.

Por que a mandioca?

Stelvio pontua:

Ela tem um aspecto social no Brasil, já que a maior parte da plantação é feita por pequenos produtores e agricultores familiares.
Ela consegue ser 100% renovável.
O cultivo é feito sem agredir o meio ambiente.
O Brasil inteiro tem acesso.
A fécula da mandioca brava é usada, já que ela não serve para alimentação. 
É a única raiz que tem propriedades físico-químicas que possibilitam o processo de produção.

Stelvio explica que o objetivo da empresa é proporcionar também um resultado positivo na sociedade. “Além da parte técnica, a mandioca ainda tem um impacto muito interessante, já que ela é acessível em todas as regiões brasileiras e boa parte do mundo”, destaca.

Para finalizar, o CEO explica que a empresa tem sido cada vez mais motivo de orgulho e a ideia é expandir e tornar a tecnologia mais acessível. “Nós não utilizamos nenhuma matéria-prima testada em animais ou proveniente deles e as embalagens são 100% desenvolvidas no Brasil”.

Fazer a diferença agora, sem deixar para amanhã, pode ser um fator decisivo para um mundo melhor, e esse é um dos lemas da startup Já fui Mandioca.

Leia mais: